Café da manhã

Com certeza você já deve ter ouvido falar que o café da manhã é uma refeição importante, mas você sabe o porquê?

Ganho de peso

Há uma associação inversa entre o consumo do café da manhã e o ganho de peso. Ou seja, se você pula o café da manhã, tende a ganhar mais peso quando comparados aos que não pulam.

Obesidade

Um estudo mostrou que o risco de obesidade em crianças e adolescentes que pularam o café da manhã foi 43% maior do que naqueles que tomaram café da manhã regularmente.

Isso acontece pois normalmente quem pula o café da manhã não tem uma alimentação saudável no restante dia e costuma optar por alimentos mais gordurosos, açucarados e ricos em sódio.

O motivo dessa mudança alimentar parece ser pela própria ausência do café da manhã, já que ele ajuda no controle do apetite e da ingestão alimentar. A adição de um café da manhã, particularmente um rico em proteínas, pode ser uma estratégia útil para melhorar a saciedade e reduzir o desejo por alimentos não saudáveis ao longo dia.

Doenças cardiovasculares

Além disso, há alguns anos vários estudos vêm associando “o pular” o café da manhã com o aumento do risco de doenças cardiovasculares e mortalidade, bem como do LDL, o colesterol ruim.

Porém…

Ainda há controvérsias. Alguns trabalhos mostram o contrário, que pular o café da manhã pode levar a reduzir o peso corporal. Porém grande parte deles é de pouca qualidade e é necessário mais evidências para que possamos “bater o martelo”. Se for fazer jejum intermitente, por exemplo, o ideal mesmo, pensando em cronobiologia, é pular o jantar.

Benefícios

Fora isso tudo, o café da manhã é mais uma oportunidade para incluir fibras, proteínas, vitaminas e minerais e melhorar a qualidade da sua alimentação como um todo. Facilitando assim o alcance de vários nutrientes e evitando que a fome apareça de supetão, levando a fazer escolhas alimentares menos saudáveis.

Você costuma tomar café da manhã?

 

Referências

Doi: 10.3945/ajcn.112.053116

Doi: 10.1017/S1368980012004296

Doi: 10.1136/bmj.l42

Doi: 10.1002/oby.22791